"PARA QUE SERVE O ESTADO??"

Category:

Reações: 

Desde o surgimento das Monarquias Nacionais, o Estado exerce dois papéis fundamentais: 01- Unifica a base de cobrança de impostos. 02- Protege os mais fracos e mais necessitados.
Não resta dúvida de que o primeiro papel é maravilhosamente cumprido tanto do ponto de vista do Governo Federal quando do ponto de vista do GDF.  Já a segunda tarefa, a de cuidar dos mais fracos, essa o GDF está deixando por desejar.
Cuidar dos mais fracos não significa apenas olhar para os mais pobres. Cuidar dos mais fracos significa SEMPRE, em qualquer situação, intermediar conflitos zelando pelos interesses daqueles que, sem a presença do Estado, não seriam capazes de sobreviver.
Neste quesito há um grande abismo entre o Governo Federal e o GDF.
 A nível nacional o Estado brasileiro tem dado demonstrações de que está imbuído do espírito republicano e que tem como premissa sempre olhar para aqueles que mais precisam do poder público.  Isso pode ser facilmente constatado em diversas políticas como o Programa Brasil Sem Miséria e a forma democrática e transparente como os recursos da SECOM são administrados, apenas para ficar em dois exemplos.
A nível local não há o que comemorar. O governo que começa foi eleito para ser um governo de ruptura e reconstrução, mas não rompeu com os vícios do passado e vive as voltas como um partido majoritário que devera garantir a governabilidade, mas que prefere a luta interna e a utilização dos espaços de poder dinâmica intestinal. Aqui a lógica parte do principio que ou os mais fracos são subjugados ou serão eliminados.
Conceitos como transparência e republicanismo parece que ainda não foram devidamente incorporados tanto na montagem das equipes nas Regiões Administrativas quanto na administração dos recursos de certa secretaria de publicidade.  

Fonte: Jornal Pensando Bem. 

Comments (0)

Postar um comentário